Como era antes de termos DDD´s?

07.05.2022 - Notícias
Como era antes de termos DDD´s?


Há muito tempo, quando os telefones ainda eram uma invenção recente, o acesso a essa tecnologia era algo difícil – quase que exclusivamente voltado para as classes altas. Eram poucos os números de telefone em funcionamento, mesmo em um grande país como o Brasil.

Para fazer uma ligação, primeiro era necessário se conectar com uma telefonista, que era responsável por gerenciar a conexão entre diferentes telefones. Então, para ligar de um número para outro, precisávamos ligar para a telefonista e informar o número com o qual se desejava falar.

Assim, elas conectavam uma linha de telefone à outra, usando um painel com os números de telefone disponíveis e conectando-os por cabos.

Porém, ao longo dos anos, o telefone foi se popularizando e muitos números novos foram criados, o que tornou ineficiente o trabalho das telefonistas. Com isso, o método de conectar diferentes números de telefone teve que mudar para atender à crescente demanda pelas telecomunicações.

No fim dos anos 1960, chegou ao ponto em que foi necessário criar uma separação de números por região para continuar atendendo à demanda de criação de novas linhas.

No dia 6 de maio de 1971, foi inaugurada oficialmente no Brasil a Discagem Direta à Distância, o famoso DDD. O novo sistema, com o uso de sinais de satélite, permitiu a criação de milhões de novas linhas telefônicas e a conexão direta entre elas, mesmo entre cidades muito distantes no mesmo estado ou em estados diferentes.

Assine a nossa newsletter e
receba
direto no seu e-mail
nossas trends.

Ficou com
alguma dúvida?
Entre em contato